Sobre a Dor

É melhor sentir A Dor do que não sentir nada. A Dor me dá significado, a Dor é uma experiência que me faz humano. A Vida nasce de uma Dor, de uma perda e também começa com uma Dor, com perdas, com privações. Vivemos em uma sociedade apática, mortificada, largamente desprovida de um sentido interior. Tal sociedade se recusa a sentir, a experimentar, a mudar e se utiliza de todos os meios de estupidificação, desde religiões monoteístas a outras mentalidades de rebanho igualmente nocivas. O culto à Dor e à Morte alheias, no caso da Praga do Oriente Médio bloqueia qualquer chance de individuação por meio da Dor e da Morte interiores.

O uso de pílulas, medicamentos e a adoção de correntes de pensamento que vendem a ilusão de uma vida sem dor, sofrimentos, nem privações, de uma “felicidade” eterna (não por mérito próprio, mas porque você simplesmente não consegue suportar a Dor e a Morte) aleijam igualmente o Self, que corre o risco de passar o resto da existência soterrado por tantas ilusões.

É preciso sentir, é preciso apreender com a Dor, com a Dor interior, própria. É preciso aceitar a vida como ela é, dolorosa mas proveitosa, cheia de significado e com momentos felizes conquistados por mérito próprio.

Anúncios

Sobre manoel888

Minhas principais influências: Joseph Campbell, Marquês De Sade, Erik Evju, Baruch von Spinoza, OSHO, Fernando Ribeiro, Quorthon, David Tibet, Fursy Teissier, Neige, Siddharta Gautama, Yoshitoshi Abe, Bret Easton Ellis, Carl Gustav Jung, Sakis Tolis, Hans Ruedi Giger, J.R.R. Tolkien, Luis Royo, Rudolf Steiner, William Blake.
Esse post foi publicado em Filosofem, Religare. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s